sábado

ORIXÁ EXU - BARÁ - ELEGBARÁ - CONHEÇA MAIS SOBRE ESTE ORIXÁ


LEGBARÁ - ORIXÁ EXU

LEGBARÁ – Sr. ORIXÁ  EXU 

Èsù é um Orixá africano, também conhecido como: Elegbará, Esu, Eshu, Bara, Ibarabo, Legbá, Elegbara, Eleggua, Akésan, Igèlù, Yangí, Ònan, Lállú, Tiriri, Ijèlú,. Algumas cidades onde se cultua o Exu são: Ondo, Ilesa, Ijebu, Abeokuta, Ekiti, Lagos.


Exu é o orixá da comunicação. É o guardião das aldeias, cidades, casas e do axé, das coisas que são feitas e do comportamento humano. A palavra Èsù em yorubá significa “esfera” e, na verdade, Exu é o orixá do movimento.


Brasil
No Brasil, no candomblé, Elegbará é um dos mais importantes Orixás e sempre é o primeiro a receber as oferendas, as cantigas, as rezas, é saudado antes de todos os Orixás, antes de qualquer cerimônia ou evento. O Elegbará Orixá não incorpora em ninguém para dar consultas como fazem os Exus de Umbanda, eles são assentados na entrada das casas de candomblé como guardiões, e em toda casa de candomblé tem um quarto para Elegbará, sempre separado dos outros Orixás, onde ficam todos os assentamentos dos exus da casa e dos filhos de santo que tenham exu assentado.

É astucioso, vaidoso, culto e dono de grande sabedoria, grande conhecedor da natureza humana e dos assuntos mundanos daí a assimilação com o diabo pelos primeiros missionários que, assustados, dele fizeram o símbolo da maldade e do ódio. Porém “... nem completamente mau, nem completamente bom...”, na visão de Pierre Verger no texto de sua autoria "Iniciação" - contido no documentário "Iconografia dos Deuses Africanos no Candomblé da Bahia", Elegbará reage favoravelmente quando tratado convenientemente, identificado no jogo do merindilogun pelo odu okaran.

Elegbará recebe diversos nomes, de acordo com a função que exerce ou com suas qualidades: Elegbá ou Elegbará, Bará ou Ibará, Alaketu, Agbô, Odara, Akessan, Lalu, Ijelu (aquele que rege o nascimento e o crescimento de tudo o que existe), Ibarabo, Yangi, Baraketu (guardião das porteiras), Lonan (guardião dos caminhos), Iná (reverenciado na cerimônia do padê).

A segunda-feira é o dia da semana consagrado a Elegbará. Suas cores são o vermelho e o preto; seu símbolo é o ogó (bastão com cabaças que representa o falo); suas contas e cores são o preto e o vermelho; as oferendas são bodes e galos, pretos de preferência, e aguardente, acompanhado de comidas feitas no azeite de dendê. Aconselha-se nunca lhe oferecer certo tipo de azeite, o Adí, por ser extraído do caroço e não da polpa do dendê e portar a violência e a cólera.    Sua saudação é "Larôye!" que significa o bem falante e comunicador.



Cuba

Em Cuba é chamado de Elegua ou Elegguá ou Eleggua é uma das deidades da religião yorùbá. Na Santeria é sincretizado com o Santo Niño de Atocha ou com Santo Antônio de Pádua. É o porteiro de todos os caminhos, da montanha e da savana, é o primeiro dos quatro guerreiros junto à Ogún, Osun e Oshosi. Tem 201 caminhos e suas cores são o vermelho e o preto .   



África

Esù dos Yorubás, Elegbara dos Mahí, Legba ou PambuJila dos Angoleiro, encerra aspectos múltiplos e contraditórios que dificultam uma apresentação e uma definição coerentes. Vamos enumerar rapidamente suas principais características:

Elegbará é o mensageiro dos outros Òrìsà e nada se pode fazer sem ele.

É o guardião dos templos, das casas e das cidades.

É a cólera dos Òrìsà e das pessoas.

Tem um caráter suscetível, violento, irascível, astucioso, grosseiro, vaidoso, indecente.

Os primeiros missionários, espantados com tal conjunto, assimilaram-no ao diabo e fizeram dele o símbolo de tudo que é maldade, perversidade, abjeção e ódio, em oposição a bondade, pureza, elevação e amor a Deus. Mas Elegbará de provocar acidentes e calamidades públicas e privadas, desencadear brigas, dissensões e mal-entendidos, se ele é o companheiro oculto das pessoas e as leva a fazer coisas insensatas, se excita e atiça os maus instintos, tem igualmente seu lado bom e, nisso, Elegbará revela-se e, talvez, o mais humano dos Òrìsà, nem completamente bom, nem completamente mal. Trabalha tanto para o bem como para o mal, é o fiel mensageiro daqueles que o enviam e que lhe fazem oferendas. Elegbará tem as qualidades de seus defeitos, é dinâmico e jovial. Foi ele também quem revelou a arte da adivinhação aos humanos. Seu lugar de origem é impreciso.

É a Elegbará que devem ser feitas as primeiras louvações e oferendas. A isso se chama, no Brasil, "despachar" Elegbará, com um duplo objetivo, o de despachá-lo como mensageiro para chamar e convidar os Òrìsà para a cerimônia e também de despachá-lo, enviá-lo para longe, afim de que ele não venha a perturbar a boa ordem da festa por meio de gracejos de mau gosto. Os fios de conta das pessoas protegidas por ele são vermelhos e pretos e a segunda-feira é o dia que lhe é consagrado. Dizem na Bahia que existem vinte e um Elegbará; outros falam de sete, ou de vinte e uma vez, mas ele é ao mesmo tempo múltiplo e uno. Eis os nomes de Esù, segundo um informante:
“Elegbará, Alaketu, Lalu, Jelu, Run Danto.”



Fonte: Por Huntó Douglas Ty Akueran http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:PFC0-iRiKT0J:huntodouglastyakueran.blogspot.com/2009/11/legbara-esu-e-um-orixa-africano-tambem.html
Q.A produções e Huntó Douglas Ty Akueran



 
BARÁ
 
BARÁ É uma divindade criada e manifesta desde os tempos primordiais,ligado a forças energéticas, e como todos os demais Orixás ,tem atribuições específicas .

É BARÁ quem estabelece a extensa rede de comunicação entre os seres humanos e a natureza divina que nos circunda.

Está diretamente ligado e relacionado com as partículas atômicas,as cargas eletrônicas que o sangue se encarrega de distribuir.

Portanto, BARÁ atua como plasma sanguíneo, bioelétrico.

Na verdade Ele esta associado à vários tipos de radiações energéticas que formam complexos agrupamentos,que logo se auto-organizam como uma rede de forças uniformes,ou seja,uma coleção de partículas (elétrons,íons,partículas neutras) ligadas a produção de radiação e oscilação de caracteres diversos.

Desta forma ,o plasma biológico (BARÁ),permite estabelecer uma co-relação entre os processos internos do organismo e as condições externas do ambiente. Assim,o plasma pode ser definido como manifestação bioelétrica natural de todo o organismo vivo.

Ilustrando bem esta situação quanto a energia que envolve este orixá,temos uma frase muito usada no meio espiritualista,ou seja:-BARÁ está frio,ou BARÁ está quente.

Por esta frase é bem simples entender como através da complexidade que é esta energia atuando de forma direta na VIDA.

Quando BARÁ está próximo, a esfera, a sua aura é avermelhada e sua pele, por mais frio que esteje a temperatura ambiente, estará quente. Respondendo facilmente ao 'toque',ou seja ao 'sacudimento'.
O chamado popular de sangue quente.

Quando ocorre a pessoa ter o afastamento desta energia ,quando esta desequilibrado ou rompido com o ser, a sua aura, a sua esfera vibracional, fica completamente azul. 

O sujeito passa a agir com absoluta emoção, acaba se perdendo e desorganizando a sua vida, já que informações de fora não chegam corretas e completas ao cérebro,da mesma maneira que as de dentro não atingem a consciência do todo.


A dualidade é uma realidade característica do universo.

O equilibrio é mantido sob dois pólos.

O homem por si só caracteriza-se por ser dual:CORPO e ESPÍRITO.
 
Esta dualidade muitas vezes cria controvérsia,e, temos com Orixá BARÁ,  talvez a mais polêmica e controvertida energia.

Dúvidas imputada pela distorção do conhecimento.Estímulo da imaginação visando manipular atravéz do medo usando má fé e principalmente a influência negativa por falta de conhecimento, bitolando as mentes das pessoas, incuntindo a maldade, o feio como oposto de uma nova criação mandatária e interesseira sendo o legado do bem, do belo, do divino.  Pura ignorância.

Mas por muito tempo BARÁ foi tido,  e o é ainda por muitos,como a personalização do demônio, do diabo, pela pura maldade do homem, por religiosos mais maldosos que equivocados.


Da mão ruim de deus?  Não ,claro que não, o demônio é simplesmente ruim e deus simplismente bom. 

Simples, não achas?
Mas não é verdade e chega as margens da grosseria.

BARÁ, não é demônio, muito menos a negação da bondade.

BARÁ é o elemento dialético do cosmo,está em todo local,é o >ser-força<,que esta em toda parte e pertence a todos os domínios existentes.

Esta energia esta diretamente associada e cumprindo o organograma estipulado por OLORUM, OLODUMARÉ, sendo ,mensageiro das demais Divindades, pois só ele pode dar movimento as coisas. 

No universo tudo esta em movimento,evolução.

Tudo está ativo.

Organizadamente ativo.  E somente BARÁ pode dar sequência
a evolução,pois somente ele pode transportar a mensagem do som que sai.

O fogo crescente que inicia seu caminho.

É importante frizar que os demais Orixás , com suas responsabilidades em termos universal,  tem também um BARÁ individualizado para servir de elemento de ligação entre o Divino e os mortais.

E mesmo assim BARÁ não perde sua individualidade, sua energia,muito ao contrario,ele absorve a energia a que esta vinculado e recomeça junto com a sua energia nova trajetória harmonizado com o todo,visando o cumprimento da regra do conjunto.


NÃO IMPORTA QUEM FAÇA. TEM QUE SER FEITO.


Governa o fluxo de energia e a realização correta dos fenômenos naturais,  mensageiro entre Divindades e mortais,  por este motivo tornou-se o Senhor de Todos os Caminhos, trabalhador nas encruzilhadas energéticas e das dúvidas,  estradas, portas,  porteiras,etc.
 
Fogo serpentino. 

Liberto e autônomo.

Grande poder de construir e destruir. 

Mas não aceite o destruir como sinônimo de estragar,  mas sim,  uma necessidade de modificação buscando manter a evolução e o movimento.

Incansável e muitas vezes com fortes contradições.

Orixá BARÁ tem o previlégio de receber todas as obrigações em primeiro lugar.  

É o mercador que move o mercado,os negócios.

Amigo dos prazeres da vida.

Adora tudo que o Homem gosta, comer, beber, cantar, dançar, rir, fazer amor. Não o sexo convencional reprodutivo apenas, mas o charmoso, cheio de milindres, agrados, bajulamentos.

Sempre muito alegre,animado,brincalhão,inteligente e vivo.

É dado a fiscalização,e,a ele pertence o conhecimento do caminho, dos bons e maus costumes. 

Sempre atento a inovações.

Pode realizar qualquer tarefa, quando permitido pela Lei Maior de Deus, quando solicitado, desde que ganhe algo em troca.


Nesse particular convém salientar o que já foi colocado,ou seja,sempre serve-se ou agrada-se o BARÁ primeiro, pois como realçamos, Ele é o intermediário entre Divindades e mortais,  se não for agradado poderá não adiantar ficar pedindo a outras entidades, pois ele simplesmente ficará olhando as súplicas e não entrará em ação.  ( A ele, Deus delega o poder de quebrar  a prepotência dos homens, a pseudo superioridade, lembre-se disso quando pensar em brincar, desfazer de Exu, esteja ele em qualquer escalão de evolução, seja como Orixá, um Exu de Trabalho ou Chefe de Falange, ofenda, afronte um ofendeu e afrontou a todos. Isaias Pintto Hernanndes - Sacerdote )


BARÁ é a ação.

Com suas polaridades e inversões,faz lembrar que OBALUAIÊ,com seu BARÁ ,seu princípio dinâmino do existir não é apenas morte e sofrimento,mas sim e principalmente transformação e vida.

BARÁ e OBALUAIÊ encontran-se na pele.

Pela sua dinâmica, influência ,BARÁ é uma entidade muito sensível que só OLODUMARÉ pode controlar.

Entidade ciúmenta.

Deixo aqui um alerta,pois acredito ser muito oportuno para todo aquele que deseja entrar na estrada da vida margeando a linha dos orixás: 
BARÁ é BOM, o que não é bom é a conduta e postura dos homens que desejam utilizar a energia dele para situações que alterem a evolução,principalmente utilizando sua carga negativa, saturada.

Alerto para a Lei Primeira: A Lei do karma, Causa e Efeito.

Caminhante na estrada da redenção, que nossa consciência seja completa e que nossa fé não seja cega.

É normal que cada orixá e não poderia ser diferente com BARÁ, repasse a seus filhos encarnados um pouco do seu ser. De seus cacuetes,faniquitos e logicamente suas virtudes.

Os filhos deste orixá apresentam algum sinal tipico físico, problemas com circulação, cardíacos, articulaçoes e sistema nervoso, emotivos ao extremo, ciumentos. São sonhadores, gostam de liberdade mas não as dão.
Vida curta e agitada.Amigos dos prazeres da vida adoram comer, beber, mas muitas vezes quando bebem, tudo pode mudar, tornando-se mentirosos, briguentos, rabujentos, provocativos, insolentes, desordeiros, indesejáveis, mal educados, atrevidos, principalmente provocadores de situações embaraçosas ligados a infedelidade conjugal. Maldosos. Ciumentos. Mania de vigiar, estando sempre atento em tudo e em todos. Não gostam de estar sozinhos. Adoram ser o centro das atenções, de chamar a atenção, muitas vezes até criando situações de embaraços.
Os negócios são feitos quaze que instantaneamente, pois são volúveis e mudam com frequência de opiniões. Sentem atrações por lidarem com fracos e doentes. Solidários não pela própria vontade. São de estaturas medianas, não se amendrontam com doenças, futuro e situações difíceis.
Numa conversação ,dificilmente seu pensamento estará ligado ao assunto, esta sempre correndo na frente.
Temperamento explosivo e impulsivo. Amoroso, radical, sonhador, adorador das surpresas e diferenças. Apaixonado pelo sexo oposto, infiél mas preso a uma única pessoa. Prestativo,amante fantástico, manhoso,amável. 

A SABER :


-comidas secas>milho torrado,pipóca,batata inglesa assada
-fruta>limão
-bebida>aguardente,dendê
-dia da semana>2ª-4ª-6ª
-elemento>fogo
-ferramenta>foice,porrete,búzio,
-folha>mamona,arruda,cana
-símbolo>ogó,falo-
-metal>bronze,prata,ouro
-saudação>alupô,laroiê
-cor> vermelha,preta,vermelha e preta
-número>3,13,33
-astro>lua
-conta>7
-temperamento>explosivo,impulsivo
-kizila>impotência, esterelidade, queimadura, doença circulatória e do fígado
-parte do corpo> plasma, articulações
-sincretismos> Santo Antonio - Algumas Regiõe São Pedro
-mitologia>Hermes
-perfume>musk
-flor>cravo
-pedra>onix
-hora>00h,06hs,12hs,18hs
-signo>aquário
-funções>vigiar,comunicar,avisar,dar ciência de um fato,levar pedidos aos orixás e executar tarefas designadas pelos orixás.
-morada>estradas e encruzilhadas,cemitério

FRASES DE IMPACTO NAÇÃO KÉTU:
-ori mo pè o o ....cabeça, eu te chamo.
-orí rè mo ki o ....cabeça, eu te saúdo.
-ésù másè mi omo,elómiròn ni o sé....exu,não me faça mal,faça mal ao filho de outro pessoa.
-ésù a nlá kalú..exu,cuja grandeza se manifesta em todo lugar.
-logémón òrun....senhor poderoso do orun.
-aláagbára....senhor do poder.
alégbára...senhor da força.
-orí mi máà jeki mo rí ìjá ré...minha cabeça não vai permitir que eu experimente sua irá.
-ésù o jiré ó ?...exu,você amanheceu bem? 

Fonte: Parte do texto de PAI JORGE http://www.vetorial.net/~rakaama/o-bara.htmSite:www.vetorialnet.com.br/~rakaama


 POR ISSO QUE NA SAGRADA UMBANDA, NÃO CUIDAMOS UM MÉDIUM COMO FILHO DE EXU, MAS ESTARÁ CERTAMENTE SOB OS CUIDADOS DE OGUM, QUE COMO É DE CONHECIMENTO O ORIXÁ QUE TEM TODA PARCERIA E COMANDO SOB OS FALANGEIROS DE EXU.

"LEMBRO  A TODOS QUE  NA  SAGRADA UMBANDA, CULTUAMOS  19 ORIXÁS,  ENTRE ELES  ORIXÁ EXU,  ORIXÁ  BOMBOGIRA (POMBAGIRA) E  ORIXÁ EXU MIRIM"

JÁ OS EXUS, POMPAGIRAS,  EXUS E POMBAGIRAS MIRINS, QUE SE MANIFESTAM COM SUAS IRRADIAÇÕES JUNTO AOS SEUS MÉDIUNS,  SÃO  TRABALHADORES NAS LINHAS DE SEUS ORIXÁS REGENTES, CITADOS A CIMA E AINDA RESPEITAM TODA A HIERARQUIA DA LINHA QUE SERVEM, DENTRO DO ORGANOGRAMA DE ATUAÇÃO DE SEUS REINOS DISTINTOS. 

Exemplo: 
Nosso Guardião Exu Veludo, que se apresenta em nossos  trabalhos mediúnicos é um de tantos e tantos Veludos que servem ao Grande Veludo que não se manifesta em irradiações, mas dá sustentação a toda sua Linha, bem como serve ao Reino que é Comandado pelo Exu Maioral que Serve por sua vez ao Orixá Exu.


"Deus esteja com todos vocês, amados Irmãos"   Isaias Pintto Hernanndes








































 

2 comentários:

  1. Parabens !! Muito esplicativo sabio e cultural, voltarei a esta pagina sempre que for de meus encinamentos e esclarecimentos.

    ResponderExcluir
  2. DEUS ABENÇOE A TODOS NÓS .O que seria das pessoas de FÉ e mais se não ACREDITÁSSÉMOS na enrgia de EXÚ.Mucuiú a todos.

    ResponderExcluir

Muito obrigado pela participação. Deus lhe abençoe.