RÁDIO SAGRADA UMBANDA - OUÇA - USE OS CONTROLES PARA O VOLUME OU PAUSAR AS MÚSICAS

sábado

ESPÍRITOS ATUANTES NA UMBANDA
















AS  ENTIDADES  E SUAS ATUAÇÕES JUNTO A UMBANDA


Entidade é o nome dado a todos os espíritos que estão em uma faixa de vibração astral, boa para o trabalho na Umbanda. Conforme seu grau de evolução espiritual, esses espíritos são levados a fazer parte de uma falange (agrupamento de espíritos), a fim de atuarem, aprenderem e evoluírem espiritualmente. Lá eles permanecem até a possível volta para uma reencarnação ou a evolução para um plano espiritual superior.



Mensageiros divinos, ordenanças do Pai Maior, Deus Pai, Zambi, Olorum.  São nossos Guias e Orientadores.


Companheiros astrais, que buscam nos guardar, proteger e intuir. Nos auxiliar, para que, melhor possamos percorrer nossa própria jornada evolutiva.
Quão bom seria, se conseguimos senti-los, ouvi-los e compreende-los, sem as negativas interferências de nossos próprios interesses mundanos.



Falange é um agrupamento de mais de milhares de espíritos, que atuam em um determinado plano espiritual, ou seja, em uma determinada faixa de vibração.



Existem entidades de Alta, Regular e Baixa, faixa vibratória, e por isso elas se dividem em vários grupos: Falangeiros de Orixá, Caboclos, Pretos Velhos, Exus, Pomba-Giras, Ibeijadas e demais entidades que atuam de formas diversas. (como espírtios,antes rebelados e marginalizados que são arregimentados pelos Guardiões, atuando em trabalhos edificantes que resultará suas evoluções)  Cada falange recebe o nome de seu chefe e cada espírito dentro desta falange, atende por este mesmo nome.


Quando um médium trabalha com uma determinada entidade, ele não trabalha com um único espírito. O que ocorre é que todos os espíritos que constituem aquela determinada falange, têm uma única tônica de vibração com a qual penetram na faixa vibratória do médium, à razão de um por segundo, mantendo assim a sintonia durante todo o período que dura uma comunicação. Em outras palavras, os espíritos não trabalham isoladamente, mas "em falange", todos numa única vibração.

Embora não seja muito comum, é possivel acontecer que um mesmo espírito, embora seja uma só vibração, venha em diversas falanges, com diferentes nomes, conforme sua missão espiritual. Um espírito de certo grau de evolução pode se desdobrar na vibração, ou seja, aumentá-la ou diminuí-la, obviamente que dentro de um certo limite preestabelecido. Desta forma, essa entidade pode se apresentar ora numa faixa, ora em outra. Por exemplo: Se ela atua normalmente sob a linha do Oriente, pode num desdobramento de vibração, apresentar-se na forma de um caboclo, embora conserve também suas características essenciais.


Necessário também é, compreender-se à diferença entre hierarquia terrena e evolução espiritual. Algumas pessoas pensam que a posição hierárquica de uma entidade corresponde à sua posição na vida física anterior. Isto não corresponde à verdade porque as falanges não se agrupam conforme as raças ou costumes da vida terrena, mas sim de acordo com o grau de evolução espiritual e afinidade vibratória.
Desta forma, um espírito pode se apresentar, por exemplo, como um caboclo, apenas para ter um melhor acesso a um médium e a seus consulentes.

"Precisamos saber que um  espírito quando vem com sua apresentação perispiritual, ou seja sua forma, sua aparência, vem compondo a representação da sua Linha de atuação.  Ou seja um boiadeiro é um boiadeiro pois compõe a Linha de Boiadeiros, quando for servir uma outra Linha de atuação poderá ter outra forma e apresentação perispiritual. Os espíritos dentro de sua evolução e atuação moldam sua forma. Não podemos esquecer o que nosso Amado Cacique Pena Branca, atuando junto a minha matéria nos ensina: - Espírito é uma consciência viva e energética.    Isaias Pintto Hernanndes - Sacerdote Sagrada Umbanda"













































Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela participação. Deus lhe abençoe.