RÁDIO SAGRADA UMBANDA - OUÇA - USE OS CONTROLES PARA O VOLUME OU PAUSAR AS MÚSICAS

quarta-feira

SAGRADA UMBANDA - CONHEÇA.

SAGRADA UMBANDA "CONGÁ SAGRADO PAI SERAFIM DO CONGO, CACIQUE PENA BRANCA e OGUM DE RONDA"


Doutrina da Sagrada Umbanda, acreditamos que a Umbanda seja uma religião Universalista reorganizada no Brasil.  Acreditamos que seus princípios são aceitos em qualquer lugar do planeta, pois são Amor, Caridade, Fé e Responsabilidade.

Umbanda é uma mistura de Ciência, Filosofia, exercícios para potencialização de força e fé; seus princípios e rituais  devem ser coerentes com a razão e fé.

Levamos ao conhecimento a importância da fé,  da emoção, mas ensinando que tudo, até elas,  devem ser também  exercidas de forma equilibrada. Não pregamos adorações, mas sim respeito para com os semelhantes, com outras religiões e seus preceitos, buscando sempre as compreensões diversas. Compreender não é aceitar, mas muito diferente de combater. Semeamos aqui o respeito a si e aos semelhantes.  Abolimos os julgamentos, exercitamos as aceitações das coisas de Deus.

Pedimos ao Senhor Criador e Mestre Jesus que possamos sempre irradiar vibrações de Amor.  E pelos erros dos homens, rogamos junto ao Alto e a Deus, através de seus Tronos, Sagrados Orixás, para que seja feita a Sua vontade,  se deem as transformações de condutas, alterações de correntes vibratórias,  que ocorra o reequilíbrio, seja ele físico, energético, psíquico, vibracional, moral e espiritual. 

Sabemos que o que devemos ter é  Amor pelo Criador, pelo Sagrado, pelo Alto.  

Também aceitamos os fundamentos Espíritas, apresentados pela filosofia Kardecista, pois tal pura que é não poderia ficar à margem. Procuramos estar contidos nas graças de seus  fundamentos. 

Temos conhecimento de que nesses fundamentos foi estudado apenas o que se passava dentro das paredes da Religião Espírita,  advinda de apresentações desordenadas a princípio, depois ordenada e pesquisada por Allan Kardec por toda sua encarnação, sem mesmo tempo de chegar aos estudos de outras práticas espiritualistas que já se faziam  milenares em outros continentes, além do Europeu. 
(Para conhecimento: O Espiritismo moderno teve seu começo em 1848, na cidade de Hydesville, Estado de Nova Iorque (Estados Unidos). Duas irmãs da família Fox, Katherine e Margaretha, ouviam, com frequência, seus dedos estalarem e tiveram a impressão de que isso fosse repetido por alguém. Não tendo uma explicação para o fenômeno, concluíram que tratava-se de um espírito que queria entrar em comunicação com elas.

Essa intuição expandiu-se e outras apareceram: mesas que respondiam a golpes, movimentos de objetos, copos procurando letras do alfabeto, etc.  Muitas vezes as manifestações espirituais foram apresentadas de forma espetacular em circos e shows diversos, por pura ignorância.

O espiritismo como doutrina, no entanto, surgiu a partir da publicação, na França, em 1857, do O livro dos espíritos, de Allan Kardec, pseudônimo do professor Hippolyte Léon Denizard Rivail.)

Já outros Cultos existem há séculos. Observem que a Bíblia já citava "O culto espiritual" em um comentário de "1Coríntios 11-14" que aborda estas questões a partir dos problemas ocorridos naquela igreja -- que, diga-se de passagem, são muito parecidos com os de nossa sociedade.  Mas existêm registros muito antes dos bíblicos das manifestações espirituais junto aos encarnados.

A Ciência e Religião devem caminhar juntas, da mesma forma com as demais expressões do conhecimento humano a Arte e a Filosofia. Quando estudados estes fatores de forma conjunta chegamos ao Umbandismo.

 
Na Sagrada Umbanda, religião Monoteísta ou seja só acreditamos em um único Deus,  que chamado também por Olorun, Olódùmarè na Mitologia Yoruba e no Culto de Ifá .  Já  nas Religiões Afro-brasileiras, Deus é citado como Olorum que é o dono do Orun (Céu) e Criador do Orun e do Aiye ( o Céu e a Terra ).  Deus amado, que na Umbanda também chamamos de Zambi, Tupã Maior por algumas entidades  espirituais indígenas.  Na mitologia Yoruba se tem Òrisanlá  ou  Obàtálá, o primeiro filho de Olorun,  sendo então o primeiro de todos Orixás. Seu primeiro TRONO,  criador da Terra, dos Homens, Animais e Plantas, sendo então o Maior de todos Orixás.  Na Umbanda temos este Orixá assemelhado como  "Pai - Filho".  

Já  Ifá citado acima é a divindade do Oráculo, aquele que traz a informação através dos búzios no Candomblé.

Lembramos que na Sagrada Umbanda não temos nenhum Oráculo. 

Se Olorun é o Pai, Obatalá é o Filho então  Ifá  é o Espírito Santo. Sim Espirito Santo aquele que traz a informação, que conduz, orienta. Não é um Orixá (Trono de Deus), mas sim um intermediário entre os Orixás e os Homens, trazendo conselhos, orientações. 

Quantas vezes vemos irmãos de outras religiões dizendo "ouvirem" o Espirito Santo, muitas vezes ouvem amigos, vocês não creem?  Eu creio.  

Ifá se manifesta das mais variadas maneiras, não só pelos búzios.  Os búzios são uma delas. 

Se fosse só pelos búzios, nossa Umbanda que não possui Sacerdotes com mãos de Búzios, pois isto é preceito exclusivo do Candomblé, .  a Sagrada Umbanda como outras que não têm Sacerdotes desse gênero, estaríamos nós juntos com os Católicos, Evangélicos, Kardecistas, desamparados não é mesmo?

Lógico que existem alguns segmentos da Umbanda onde Sacerdotes advindos do Candomblé  trazem em suas formações sacerdotais o poder e habilitações sagradas de jogá-los, mas deixo claro aqui que este preceito de Jogo de Búzios é do Candomblé. Caso fosse empregado na Sagrada Umbanda teria que ser de forma gratuíta e sem tipos de oferendas, ebós que são exclusivas do Candomblé. Por isso não temos Oráculos.

Deus com sua sabedoria então proporciona a atuação de Ifá de outras formas, como junto às irradiações, manifestações espirituais, nas intuições verdadeiras dos médiuns. Está presente Ifá ali junto aos encarnados e espíritos de luz,  como dizem "falando" com cristãos de outras religiões, intuindo os médiuns, pastores, padres, verdadeiros clarividentes,  profissionais da saúde, etc.

Para os umbandistas, Ifá é tido como a estrela que guiou os Magos ao encontro de Jesus recém-nascido, a Pomba - verdadeiro símbolo do Divino Espírito Santo. Ifá é considerado como elemento de ligação mágica entre Zambi / Deus e Oxalá / Jesus. A aproximação entre Ifá e o Divino Espírito Santo é ainda puramente conceitual, não se inserindo nas práticas rituais, nem nas letras dos pontos cantados.


O nome de Ifá ainda muito permanece ligado à prática do jogo advinhatório com os búzios. A fenomenologia do seu sincretismo com o Divino Espírito Santo sendo lacunosa e as etapas de seu processo sincrético desconhecidas. Ifá alçado à posição de terceira pessoa de uma trindade superior, paralela à Trindade Cristã, por ser mal conhecido, se encontra em posição imprecisa e vaga, razão pela qual, em muitas casas não foi assumido no culto, na posição correspondente à que deveria ocupar. Daí não ser em muitas e muitas casas louvado no início das giras, como sucede com Oxalá, que sincretizam com Jesus Cristo.  Na Sagrada Umbanda temos Jesus Cristo como Grande Mestre Ascenso, Filho de Deus Pai. 
Temos Oxalá ( Orixalá , Oxalá ou Oxalufan "Oxalá Maduro e Sábio"), formas ditas como primeira forma de Orixá criada por Olorum (Deus) , associados ao Ar e Água antes do início da criação do planeta Terra.   Ou seja como Oxaguiã ou Oxaguian (Oxalá Jovem e Guerreiro).  Oxaguiã (do iorubá Òrìşà Ògiyán) ou Ajaguna e em algumas grafias Oxodiã ou Oxanguiã é um Orixá jovem e guerreiro, tido como o Oxalá moço ou menino.  Observem que são alterações energéticas e vibracionais de uma única e ímpar irradiação. Todas do primeiro TRONO DE DEUS,  TRONO DA FÉ E RELIGIOSIDADE.

Com conhecimento de tantos nomes para um só Grande Criador, sabemos que ele se manifesta em todos os momentos e em qualquer situação.

Esta vontade divina manifesta-se através da ação dos Orixás primordiais, que em uma linguagem moderna de irmão também estudiosos são chamados Engenheiros Siderais.

Na mitologia africana encontramos mitos referentes a duas naturezas de orixás (divindades): Os “Orixás ancestrais ilustres” e os “Orixás Primordiais” chamados de Orixás Fun-Fun também conhecidos como Orixás do Pano Branco, na cultura Africana. 

Na Sagrada Umbanda, para compreensão dividimos os Orixás pelas polaridades, irradiações masculinas e femininas, um completando o outro, equilibrando os Tronos de Existência.  Exemplo:  Oxalá (Estrutura  Religisosa - Fator Congregador - masculino - Trono da Fé, Campo da Religiosidade - assentado no Positivo, Magnetizador )  com Oyá Tempo Logunam (Estrutura Religiosa - Fator Congregador - feminino - Trono da Fé - Campo Religiosidade - assentado no Negativo, Cristalizadora)

De uma forma muito rápida e simples, podemos definir os Orixás primordiais como seres espirituais responsáveis pela criação do universo e consequentemente pela criação do planeta Terra.

É lógico que estes seres nunca viveram em nosso planeta fisicamente, sua evolução espiritual se dá em outras regiões do Universo.

Cada Orixá tem suas características e responsabilidades espirituais e que participaram no processo de formação do planeta Terra.

Nesse mesmo blog, procurando pelo índice, passeando em meus estudos,  acharão minhas postagens que lhes apresentarão como é a Sagrada Umbanda "Congá Sagrado Pai Serafim do Congo, Cacique Pena Branca e Ogum de Ronda".  Umbanda facilitadora, direcionadora, que tem por finalidade aproximar os Filhos de Deus sejam eles encarnados ou desencarnados da Luz.

Isaias Pintto Hernanndes - Sacerdote Sagrada Umbanda
Entidade Religiosa sem nenhum fim lucrativo no aspecto financeiro, já no espiritual evolutivo.... uma grande oportunidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela participação. Deus lhe abençoe.