RÁDIO SAGRADA UMBANDA - OUÇA - USE OS CONTROLES PARA O VOLUME OU PAUSAR AS MÚSICAS

domingo

ASSUNTOS DIVERSOS QUE VOCÊS VÃO ADORAR


ENCRUZILHADA - PALAVRA DE EXU VELUDO






" A ENCRUZILHADA SÓ TEM UMA FINALIDADE: OFERECER-LHE CAMINHOS. PARA SAIR DELA, CABE-LHE USAR A INTELIGÊNCIA, BOM SENSO E QUERER O BEM PARA TUDO E PARA TODOS, ISSO LHE PROPORCIONARÁ ACERTAR O CAMINHO " Sr. Exu Veludo - Médium: Isaias Pintto Hernanndes





DEBURÚ ou DUBURÚ - A LIMPEZA SAGRADA DE XAPANÃ






Deburú ou Duburú (pipoca) é a "comida ritual" do Orixá Omulu e Obaluayê, amado Xapanã, milho de pipoca estourada com areia da praia, ou ainda na própria areia da praia. Bem com feijão preto, feijão preto com ovo cozido no meio, feijões torrados, milho de galinha refogado no dendê, acaçás amarelos

Podendo ser usado "milho Alho", "milho de Angola", milho de pipoca comum na falta de outro. Poderá ser feita com azeite, ou azeite de dendê e ainda azeite de dendê e mel de abelhas. Tudo dependendo das orientações advindas da espiritualidade.

Para Obaluayê,  Eburú ou Duburú  seria como flores.

Como sempre frisa meu Cacique Pena Branca, o mal dos médiuns é querer ser o que muitas vezes não são e nem poderão ser no momento, alquimistas de energias, manipuladores instruidos pelo ego, por livros e ensinamentos boca-a-boca. Sendo que as mirongas só são válidas quando orientadas por um espírito trabalhador que é preparado e orientado para isso, sendo que as vezes aquela determinada mironga (ato magístico ) lhe é passada para que repasse a um consulente ou corrente mediúnica. 

Muitos médiuns irradiados pelos seus guias, mas sem uma perfeita sintonia mediúnica, ostentam seus egos, muitas vezes trabalhando com ervas, pedras, orientando banhos, etc. Sem nenhuma necessidade, pois seu Guia não trabalha ou não tem necessidade do determinado elemento para atuar ou reestabelecer o equilíbrio do assistido. 

Por isso o exercício, orientação por parte de dirigentes e mentores sempre se fazem necessários. Enquanto  ao médium cabe treinar mais e mais o relaxamento mental e silêncio, para que a entidade se manifeste com mais e mais força e propriedade.

Isaias Pintto Hernanndes - Médium Dirigente Congá Sagrado Pai Serafim do Congo, Cacique Pena Branca e Ogum de Ronda.



ESCRAVOS  NO  BRASIL

Segundo estudos de antropólogos quase toda a moeda circulante nos anos 800, vinha do tráfico. Até escravos mais tarde tinham escravos; comprava-os baratinhos, os mantinham visando a velhice, quando não podiam mais trabalhar e, os ofereciam em seu lugar, para o senhor, a fim de ganhar uma justa "aposentadoria".
Para algumas tribos africanas,parecia natural que pais vendessem filhos,reis podiam escravizar e comerciar seus súditos,sem críticas,nem dor de consciência; guerreiros derrotados, viravam escravos; tudo parecia natural.
Havia também as trocas o escambo ( troca, permuta) tão ao gosto dos portugueses; tabaco e cachaça eram as moedas mais apreciadas para trocas; também, ferramentas, tecidos,  utensílios  de ferro,enfeites,espelhos etc.  Este tipo de venda-compra chamava-se suavemente, resgate.
Os angolanos,negros dóceis e bem apessoados, eram os preferidos para os trabalhos domésticos e também para o deleite dos ioiôs e até iaiás, onde frequentaram muitas camas com dosséis de veludo e muitos salões elegantes, como dama de companhia das sinhazinhas; já os Malês, valentes e orgulhosos, eram destinados as batalhas e para defender o sinhô e suas propriedades. Para a lavoura iriam os Cabindas e Jejes, fortes, resistentes e bons para o plantio. 
E a noite, descansavam em senzalas imundas e frias, deitados em esteiras e panos velhos, lá aproveitavam para reverenciar seus deuses, Orixás, cuja crença era proibida pelos senhores, então recorriam ao sincretismo, disfarçar os Orixás com Santos Católicos, para poderem cultuá-los.
Os escravos "de dentro", os que permaneciam junto aos familiares da casa, eram mais bem tratados, usavam jóias de ouro e prata e belos vestidos, para mostrar o poder e a fortuna do dono da casa.
Tribos que foram trazidas para o Brasil :  Moçambique, Benguela, Cambinda, Rebolla, Quiloa, Congo, Monjolo, Angola, Mina, Jejes povo que habita o Togo, Gana, Benim e regiões vizinhas. Muito outros Irmão vieram de outras regiões e tribos da Mãe África.




Fonte imagens: filhosdavovorita.blogspot.com,  http://pt.wikipedia.org/
Escrito por admiração ao autor e a fonte

 

ORAÇÃO DO UMBANDISTA


ORAÇÃO DO UMBANDISTA

Senhor, fazei de mim um instrumento de vossa comunicação.

Onde há tantos que mistificam, que eu leve a palavra da verdade.

Onde há tantos que fecham os olhos para a prática do bem, que eu abra meu coração pra acolher.


Onde há tantos que usam a Umbanda como comercio, que eu seja usado pela Umbanda para a caridade.

Onde a vida perdeu o sentido, que através da Umbanda eu leve o sentido de viver.

Onde haja a doença que eu leve a vibração da saúde do meu Pai Omolú.

Onde há desespero que eu leve o amor das Iabás.

Onde houver desânimo que eu leve a determinação de Pai Ogum.

Onde houver injustiça que eu leve o discernimento e a justiça de Pai Xangô.

Onde há tantos que me pedem um milagre que eu seja a humildade de um preto-velho.






Escrito por admiração ao autor e a fonte 
 
 
 
 

SENHORES EXUS E POMBAGIRAS



Exu é um princípio vibratório que obrigatoriamente participa de tudo. É a força que impõe o equilíbrio às criaturas, está intercalado nas encruzilhadas vibratórias, nos entroncamentos energéticos. Agem de acordo com a justiça, sem se pautar pelas noções de bem e mal desenvolvidas pelos encarnados. Orientam-se conforme a ética mais ampla e os conceitos Cósmicos.
Cada um dos filhos tem seu Exu individual. Cada um dos Orixás, com seus correspondentes padrões Vibratórios, possui seus Exus.
É o Exu o Executor das Leis Cósmicas o chamado Exu Guardião, aquele que guarda a vibratória do Orixá e nunca encarnou e nem irá encarnar. Não é nem bom nem ruim, nem positivo nem negativo. Sendo neutro, é justo. Ele vitaliza ou desvitaliza a cada indivíduo q exista, sempre cumprindo as ordenações da Lei.
Os Exus de aconselhamento, na Umbanda, são chamados de Exus de Lei, ou Exus de Trabalho, pois já estão prontos para desempenharem seu importante papel junto às pessoas. São guardiões dos caminhos, soldados dos Pretos Velhos e Caboclos, emissário entre os homens e os Orixás, lutador contra o mau, sempre de frente, sem medo, sem mandar recado. Em seus trabalhos corta demandas, desfaz trabalhos e feitiços e magias negras, feitos por espiritos malignos...
Pomba Gira é um Exu Feminino que se classifica também como Exu de Lei, são agentes de equilibrio das forças da natureza, mas que se sintonizam particulamente com a emoção e a sensibilidade. Agindo de acordo com essa vibração, trabalham nos cruzamentos vibratórios entre razão e emoção. Detectam o ponto de desiquilibrio e buscam o equilibrio em processos que envolvem emoções fortes e causas mais ligadas as emoção e a sensibilidade, como familia, sexualidade, etc. Podemos dizer que constituem uma espécie de polícia feminina do plano astral.
As Pomba Giras são executoras da Lei e do Karma e como os Exus são conhecedoras das fraquezas humanas. O Termo Pomba Gira é corruptela do termo “Bombogira”que significa em Nagô Exu.
Infelizmente, se convencionou denominar “Exu e Pomba Gira” tudo que é espírito atrasado, mas não é o correto. Os Exus de Lei, são espíritos como nós, na busca da evolução que, ao adentrarem na Umbanda para trabalhar, na Linha de Exu, são "vibrados" pelo Exu Guardião do Orixá do Médium. Eles recebem a irradiação do Exu Guardião (aquele que não incorpora) para poderem trabalhar. Um exemplo, o Sete Encruzilhdas, é um espírito que recebe a irradiação do Exu Guardião (nunca encarnou) do Orixá para trabalhar como Exu na Umbanda. Daí, o Sr. Sete Encruzilhadas se torna um Exu. Alguns livros chamam isso de "exunização"... o espírito foi "exunizado" pelo Exu Guardião do Médium, sendo que esse guardião é da vibração do Orixá. E os de trabalho (Sete Encruzilhadas, por exemplo), é guardião. defensor e amigo fiel do médium, vibrado pelo Guardião de uma das Vibrações do Eledá do médium, além de mensageiro do Guia Chefe e trabalhador incansável em outras atividades também.
O papel dos Exus é mais atuante do que se pensa. Além de serem mensageiros dos Caboclos e/ou Pretos-Velhos (a depender de quem for o guia chefe do médium), ainda possuem uma destacada atuação junto a nós, pois são executores kármicos. O que exatamente isto quer dizer? Quer dizer que se nós andarmos na linha justa, se nos habituarmos a cultivar pensamentos, sentimentos e atitudes equilibradas nosso karma será certamente reduzido ao longo da vida, e nosso amigo Exu nos ajudará em tudo. Mas, se caso assim não procedermos certamente esse mesmo amigo Exu entrará em ação, efetuando a cobrança kármica para conosco mesmos, sempre em nome da Lei Cósmica Divina.
Temos que ter em mente que estes amigos nada fazem por si só. Executam ordens de seus "chefes", ou seja, nossos mentores espirituais.
- Com algumas mudanças ou formas interpretativas, basicamente Exu é hierarquizado da seguinte forma:

Exu Aprendiz – espírito com capacidade evolutiva, arregimentado pela Lei a iniciar o serviço para a Lei, através de uma falange de trabalho na linha de Exu. Ainda não tem sua consciência completamente estruturada, sofrendo alguns deslizes de conduta que são rigidamente cobrados. Normalmente recebe ordens de um Exu em grau maior, para a realização dos trabalhos pela Lei. Estão em franco processo de lapidação de seus conceitos, condutas e mental.
Exu de Trabalho ou de Lei – é um servidor da Lei Divina e do seu Orixá Regente, como um servo de Deus, trabalha diretamente junto aos médiuns, em todo tipo de trabalho pela Lei, recebe e acata as ordens dos Guias Espirituais.
Exu Coroado ou Guardião – é o Guardião dos Mistérios à esquerda dos Orixás regentes do médium. Recebe ordens diretas dos Orixás e determina a forma e quem irá cumpri-las.  Normalmente não se apresenta aos médiuns, nem permite a revelação de seu nome, para preservar suas forças e as forças do médium. Raramente incorpora e não dá consultas. É o mentor à esquerda do caminho evolutivo do médium. Já tem assentado em si toda a sustentação Divina dos Orixás para o trabalho.
Todo médium possui:
1. -  Exus Guardiões – correspondentes à Vibração de um dos Orixás do Eledá do médium, raramente incorpora, não dá consulta. Exuniza espíritos trabalhadores junto ao médium.
2. - 1 ou mais Exus de trabalho ou de Lei – devidamente “exunizados” pelos Exus Guardião ou Naturais, dos Orixás Ancestral (Eledá) ou de Frente (Ossi) ou Junto (Otum) do médium. Incorporam, dão consulta, atuam na vida do médium e, a mando da Lei, na vida de outras pessoas em auxilio.
No trabalho do médium de Umbanda um desses Exus é o de frente. É aquele que dá consulta e se coloca a serviço do Guia Chefe do médium.
Aos Exus de trabalho podemos pedir ajuda na solução de problemas e ajuda a outras pessoas, sempre conscientes do nosso e do merecimento alheio, sempre sob as Leis de Deus. Ao Exu Guardião devemos pedir somente auxílio nas questões pessoais, no sentido de amparo, sustentação, proteção e condução na linha reta evolutiva. A todos devemos sempre ter respeito, tratando-os com reverência, pela alcunha de senhores.
Por mais humano que Exu se manifeste e se expresse, devemos sempre ter respeito e educação para nos dirigirmos mentalmente ou pessoalmente a qualquer um deles, pois são senhores Guias Espirituais que trabalham para Deus e os Divinos Orixás com caridade, responsabilidade e muitas vezes a nossa frente para nos defender e proteger de demandas e embates astrais negativos.
Exu tem mais luz que podemos supor, mas por amor ao Divino Criador e aos Amados Orixás serve à Luz nos campos trevosos, em combate a todos que blasfemam ou que atuam contra as Leis Divinas; Exu oculta sua luz pra poder entrar nos campos negativos em socorro ou combate; Exu verbaliza de forma humana para bem ser entendido por nós; Exu conhece e respeita as Leis Divinas, as Linhas de Trabalho e todos os médiuns que assim merecem ser tratados.
Templo Espiritualista do Cruzeiro da Luz Cabana do Caboclo Rompe Mato




Exus e Pomba Giras

 
São entidades em evolução, seu trabalho é dirigido, principalmente a defesa dos médiuns e a defesa da casa (terreiro). São muito procurados para resolverem os problemas da vida sentimental e material.
Costumam trabalhar com velas, charutos, cigarros, bebidas fortes e punhais.Devido ao seu temperamento forte e alegre, costumam atrair bastante os consulentes. São varias as qualidades de Exus/Pomba Giras, sua cor é o vermelho e preto. Representados por Santo Antonio o Exu é homenageado no Ritual de Almas e Angola no dia 13 de junho e á Pomba Gira no dia 13 de agosto. São conhecidos como os mensageiros dos orixás.
Escrito por admiração ao autor e a fonte

ORAÇÃO AO GUARDIÃO SR. TRANCA RUAS

ORAÇÃO  DO  SR . TRANCA  RUAS

Faço reverência a vós mistério sagrado da criação, vós que sois a manifestação do divino, peço que possa se manifestar entre nós, conforme nosso merecimento. No seu poder, na sua força, e na sua magnitude, pelo caminho tripolar que emana de vós, pelo caminho que só vós conheceis, pela força que só a vós pertenceis, e pelo poder de trancar a vós concedido, eu peço:


Que as trevas que habitam em mim sejam trancadas.
Que o ódio e o sentimento impuro, que emanam da minha alma, sejam trancados.
Que a falsidade que exala dos meus poros seja trancada.
Que o rancor e a miséria que habitam o meu coração sejam trancados.
Que a dissimulação e a superficialidade, que nasce da minha língua, sejam trancados.
Que o egoísmo e a maldade, que transcendem da minha mente, sejam trancados.
Que a palavra torta que sai da minha boca e o pensamento roto que sai da minha cabeça contra o próximo, sejam trancados.
Que a capacidade que os meus olhos têm de amaldiçoar e destruir sejam trancados.
E assim, fonte primária da criação, assim que trancar a tudo isso no seu âmago, pois é na vossa essência que tudo isso se desvitaliza, peço a vós que:
Destranque todas as portas do meu caminho.
Destranque todas as passagens da minha jornada.
Destranque toda prosperidade material e espiritual.
Destranque o meu coração das amarguras.
Destranque o meu sustento de cada dia.
Destranque os meus corpos espirituais e o meu corpo material da agonia, do desespero e da aflição que me assolam na calada da noite.
Destranque o meu emprego, o meu negócio e a minha morada material.
Destranque o martírio familiar pelo qual eu tenho passado.
Destranque os meus olhos para as maravilhas do mundo espiritual.
Destranque a minha liberdade!
Pois vós, Força Sagrada do Divino Criador, é o portador supremo da Vitalidade!


Salve o Mistério Tranca-Ruas!!!

Laroiê!!!

Autor: (Adelaide Scritori)

Escrito por admiração ao autor e a fonte 
 
 
 
 

LIMPEZAS - DEFUMAÇÕES - Por Isaias Pintto Hernanndes



Dentro dos exercícios de mediunidades a Defumação se faz presente, todo cuidado é importante nesse processo. As defumações cabem em todos locais casas, ambientes de trabalhos, escolas, ambientes religiosos, etc.
Principalmente se a casa for de religiosos que trablham com a espiritualidade. Devem defumar suas firmezas, pontos de forças ou mesmo os seus instrumentos litúrgicos.
Devido as influências de inúmeros espíritos perdidos e atuante  pelo nosso planeta. Ao defumar além de estarmos afastando demandas contra nós, estamos reequilíbrando as energias do local e das pessoas. Qualquer pessoa com ou sem uma mediunidade ativa, pode perceber quando ha uma alteração no ambiente e nesses casos deve se recorrer a uma defumação.
Todo trabalho mediúnico ou espiritual deve ser precedido de uma  boa defumação. O ato liturgico de defumar deve ser encarado com total responsabilidade, pois estarão limpando, auxiliando a transmutações de energias, exterminando larvas astrais com auxílio do Sagrados Elementais que são especialistas nisso. Mas toda atenção, cuidados devem estar presentes. Focar a ação, com amor e determinação, fé e força. Pois se o fizermos com desdêm, ou como um ato automático, podemos sofrer influências negativas pois atrairemos para nossa aura negatividades.

Devemos ter maturidade na magia, conhecimento e também procedimentos de preparação e conhecimentos de auto-limpeza, caso não tenhamos entidades espirituais vibrando mediunicamente posteriormente conosco (incorporação) .
O conhecimento é o saber fazer a manipulação dos elementos a serem utilizados tanto na preparação da defumação, bem como em sua aplicação.
A Defumação poderá ser parar retirada ou seja queimar, a energia ruim como também preencher com energias salutares.
Podemos limpar primeiramente e depois fazer outra defumação para agregar energias salutares chamda de defumação "doce", a diferença de uma e outra é dada pelas ervas utilizadas, devido os bioplasmas contidos nelas e a intenção da consciência do manipulador. Quando um ambiente carregado negativamente procede-se as duas defumações para imantar o ambiente já limpo, estéril  de negatividade. Sendo que a defumação "doce" trará conforto e força a todos encarnados e espíritos trabalhadores na seara de Luz.

O defumador "doce" muito usado antecedendo Linhas Orientais, como Ciganos, com a finalidade de atrair e facilitar as energias destas entidades.
No catimbó o cachimbo é também um instrumento de defumação e preparação do ambiente. Pode-se usar fumos com ervas de limpeza para limpar a seção, como também pode-se colocar misturas "doces" para facilitar ou chamar a incorporação.
Numa casa carregada e com presença de eguns, espiritos zombeteiros, onde podem ocorrer até materializações, devemos retirar as pessoas fora, defuma-las e prepara-las conforme conhecimento Sacerdotal do Religioso, eu Isaias Pintto Hernanndes tenho os meus, me passados pelas minhas Entidades e Guardiões. Na Defumação do local pode-se iniciar usando um primeiro defumador somente com saco-saco, ou na falta deste com palha-de-cana ou de bambu, sempre sem a presença de moradores.

 Elementos que possam ser usados:

- Palha de alho.
- Palha de cebola,
- Raspa de chifre de boi,
- Noz moscada,
- Assa-fétida,
- Folha de café,
- Grão de café torrado,
- Canela,
- Beladona,
- Alecrim do Campo,
- Benjoim Resina,
- Cardo Santo,
- Guiné,
- Cipó Caboclo,
- Mirra,


ALECRIM DO CAMPO: Defesa dos males, tira inveja e olho gordo, protege de magias.
ARRUDA: Descarrego e defesa dos males, proteção e remove o efeito de feitiços.
BELADONA: Limpeza de ambientes
BENJOIM RESINA e CANELA: Limpa o ambiente e destrói larvas astrais.
CARDO SANTO: Defesa, quebra olho gordo
CIPÓ CABOCLO: Elimina todas as larvas astrais do ambiente
FOLHA DE BAMBU: Afasta vampiros astrais
GUINÉ: Atua como um poderoso escudo mágico contra malefícios.
INCENSO: Tanto a erva como a resina (pedra) são bons para limpeza em geral.
MIRRA: Descarrego forte, afasta maus espíritos
PALHA DE ALHO: Afasta más vibrações
Orientação: Limpe a casa ou local a ser defumado, pelo menos varrendo,  acenda uma vela para seu Anjo de Guarda, utilize pelo menos três tipos diferentes de ervas. Defume de dentro para fora, mantenha-se em orações e  pensamento firme, mentalizando a limpeza da casa, da família e seu Ser, corpo físico e espiritual.

O alho e Arruda são elementos fortes, mas alguém pode sentir-se influenciado pelas sua ações, pois suas vibrações fortes e sapecadoras pode ir de encontro a alguma linha espiritual que compõe o Ori de algum morador, vibrar negativamente seu Axé. arruda. Esses choques de vibrações devem ser usados com cuidado, poderão ser reparados fazendo logo a neutralização, por isso deverá sempre a defumação ser efetuada por pessoa habilitada de Axé e conhecimentos.



Os defumadores já preparados, comercializados podem ser usados, porém nada como preparar com Amor, Intenção e Fé, passo a passo em orações e vibrações a receita da defumação, pois neste momento já nasce a Força e o Axé que antecedem o ato de defumar.

Defumadores "doces", para harmonizar e agregar boas energias:

- Alfazema; - Erva doce;
- Alecrim;
- Salsaparrilha;
- Salvia;
- Cravo;
- Benjoim

ABRE CAMINHO: Abre o caminho atraindo bons fluidos dando força e liderança.
ALFAZEMA: Atrativo feminino, deixa o lar mais suave, limpa, purifica e traz o entendimento
ANIS ESTRELADO: Atrativo. Chama dinheiro
COLÔNIA: Atrai fluidos benéficos
CRAVO DA ÍNDIA: Atrativo e chama dinheiro e dá força á defumação.
EUCALIPTO: Atrai a corrente de Oxossi
LEVANTE: Abre os caminhos do ambiente
LOURO: Abre caminho, chama dinheiro, prosperidade e dá energia ao ambiente
MADRESSILVA: Desenvolve a intuição e a criatividade, favorece também a prosperidade.
MANJERICÃO: Chama dinheiro
ROSA BRANCA: Paz e harmonia
SÂNDALO: Atrativo do sexo oposto e também ajuda a conectar com a essência Divina
Modo de usar: Esta defumação deve ser feita da porta da rua para dentro do ambiente.
Na limpeza, evite escolher ervas com funções diferentes, por exemplo: Levante, Louro e cardo santo, pois duas estão abrindo o caminho, e a terceira (cardo santo) é para limpeza. Isso pode não combinar, por isso primeiro defume a casa fazendo somente a limpeza, de dentro para fora, depois use as ervas para atrair coisas boas (de fora para dentro).
Quando for fazer defumação de café e açúcar, não faça com os 2 juntos; Primeiro defume de dentro para fora com café, jogue as brasas e os resíduos bem longe, depois defume de fora para dentro com açúcar.
Quando for usar Incenso, Mirra e Benjoim, pode-se usar uma quarta erva para limpeza.

Ao Limpar uma determinada casa devemos começar pelo portão onde a gente deve fazer nossas firmezas, buscando a força de nossos Guardiões e Anjo da guardo, bem como devemos chamar a Força do Arcanjo Miguel e de Ogum.
Passa-se o primeiro defumador de limpeza.

Quem fará a Defumação poderá ser acompanhado por algum auxiliar de posse de uma quartinha de barro com Água, cruzando os cômodos com a gente. Ao fim, coloca-se os restos do defumador na rua e se joga a Água da quartinha em cima para apagar. Depois bate-se folhas nas paredes, (erva prata, arrufa, guiné, peregun, e outras). Após a limpeza podemos agregar as Energias Salutares com a Defumação Doce, jogando as cinzas na rua de preferência ao pé de uma árvore, agradecendo orando a todos elementais do Ar, do Fogo, da Terra e das Águas doces e salgadas.
Pode ser ofertado dentro da casa fruta, copo de água ou flores aos sagrados elementais da Luz.
Finalizando pode-se jogar canjica cozida e fria no telhado e soprar na porta e terreno um "Atim" feito de farinha de àkàsà e olho-de-boi que deve ser quebrado e moído até ficar um pó fino. Olho-de-boi é muito duro deve ser bem triturado  até chegar a um pó branco. Faz-se assim, coloca-se um pouco da mistura na palma da mão direita e se sopra esta quantidade (formando uma pequena nuvem) nas portas e nos cantos. Existem outras formas como jogar uma mistura de água e sal, nas soleiras de portas e janelas, vai se jogando e rezando para se fechar aqueles acessos para o mal. Outros cruzam cada entrada ( janelas, portas, passagens ) com Pemba Branca devidamente consagradas. Existe também outra mistura que se faz com waji (um pó bem azul) e folhas de louro (a idade da pessoa +1). Neste caso primeiro se ferve a Água, desliga o fogo, coloca as folhas de louro e abafa. Quando estiver frio coloca-se o waji. Joga-se isso nas soleiras das portas e portões.
Após as limpezas deverão todos envolvidos tomarem banho de sal grosso pescoço para baixo e em seguida após tirar toda água de sal com um banho de ducha abundante, tomar outro banho de Guiné ( Erva de Oxalá ) podendo sim molhar a cabeça com esse Banho abençoado, deixando secar por si só.
Dois turíbulos ou de alumínio ou barro devem ser usados, um para cada tipo de Defumação. Quanto mais espaço em largura de fundo melhor, evita o acúmulo de cinzas que dão cheiro forte e desagradável que se sobrepõe ao cheiro agradável das ervas. Usar carvão em brasas colocando as ervas em cima dos mesmos. 
Alguns religiosos fumam cachimbos como defumadores, cachimbando pela casa toda e depois baforando a fumaça ao contrário pela porta a fora, de dentro para fora, mentalizando a expulsão de toda energia negativa.
Lembremos que nos templos, chegam pessoas com todos distúrbios, carregadas de sentimentos, vibrações agregadas provindas de onde passaram, sentimentos rancorosos, vibrações muitas vezes pesadas, sem contar as companhias espirituais negativas que são atraídas pelos desequilíbrios e ataques de obsessores. Por isso a necessidade de descarregar seus emocionais  e já prepará-los para posteriores limpezas pelos Guias, Mentores e Guardiões dos Templos.
Ao dissipar essas egrégoras negativas através das defumações, orações se facilitaram as purificações que se farão necessárias para dissipar as condensações ali acumuladas provindas dos visitantes. A queima das Ervas nos faz ficar mais calmos, nossos pensamentos assentam e clareiam, isso tudo facilitará a assimilação das orientações, bem como a absorção das vibrações de amor, de luz e de paz emanadas pelos Espiritos que ali prestam assistências.

Temos que ter conhecimento que as Entidades trabalhadoras sejam elas quais forem, quando usam os Cigarros, Cachimbos ou Charutos, não estão fumando, mas sim defumando e agindo magisticamente de formas não conhecidas por nós encarnados. Muitos médiuns tem aversão como Eu; Isaias Pintto Hernanndes, ao fumo e a bebida e quando irradiado pelas entidades, elas utilizam o fumo e bebidas, sem ao menos serem viciadas ou viciar nesses elementos seus médiuns. Nesse ato de "fumar" , elas manipulam elementos vegetais, minerais (pólvora da cabeça dos fósforos), fogo (brasa), ar (fumaça) , bem como o ectoplasma advindo dos médiuns através da inspiração podendo ser quentes ou frias, outro segredo deles, que não cabe a nós o saber, mas sim aceitar o que fazem de melhor para nos equilibrar.  Uma dica que gostaria de deixar a todos  é que estudem os principios da Física Quântica, pois entenderam muita coisa a partir disso.    Isaias Pintto Hernanndes - Babalorixá de Ogum - Congá Sagrado Pai Serafim do Congo, Cacique Pena Branca e Ogum de Ronda.




EQUILIBRIO DE MEDIUNIDADE


Mediunidade Pode e Deve Ser Equilibrada


Depois dos primeiros indícios do afloramento da mediunidade os médiuns devem buscar auxílio com pessoas mais experientes, sejam outros médiuns, estudiosos do assunto ou um Templo de Umbanda que ele mais se afinize. 

Depois de aceitar a mediunidade o médium deve ter paciência, embora seja difícil porque muitas vezes está desesperado com as sensações mediúnicas. Contudo, querendo ou não ele deverá esperar, porque o alívio será gradual e o controle somente ocorrerá depois de algum tempo de desenvolvimento. 

NÃO ADIANTA FUGIR OU FINGIR, VOCÊ SEMPRE SENTIRÁ

Mediunidade é uma aptidão, o médium foi preparado antes de nascer para obter uma sensibilidade que está além do seu estado evolutivo, seu corpo astral e etérico estão preparados para comunicação (de acordo com o tipo de mediunidade) com o mundo espiritual, por isso não adianta achar que “aquela sensação” não acontecerá novamente.

O estudo e desenvolvimento são importantes porque o médium passa a entender suas sensações (perde o medo) e também a manter contato com espíritos superiores, que trazem sensações suaves e agradáveis.

Alguns médiuns são afastados do trabalho mediúnico quando chegam a idade avançada, já que existe um desgaste físico, principalmente em reuniões de desobsessão. Nesses casos o médium cumpriu seu “mandato” mediúnico, sendo sempre auxiliado por seu mentor. 

NÃO ADIANTA FAZER "TRABALHOS" PARA "FECHAR"

A aptidão do médium é um presente dado por Deus, é uma oportunidade recebida para acelerar sua evolução espiritual e ao mesmo tempo auxiliar os irmãos que sofrem na Terra.
Não é possível que espíritos ajam contra a vontade do Pai, "retirando" a mediunidade.

Os trabalhos podem isolar temporariamente o médium ou colocar um espírito "de guarda" para que ninguém se aproxime (isso só funciona para espíritos inferiores), contudo, cedo ou tarde o médium sentirá novamente o contato com o mundo espiritual, muitas vezes de forma mais agressiva ou intensa do que tinha anteriormente.

Existem casos em que o médium é muito novo ou por algum motivo excepcional pede que seja temporariamente atenuada sua sensibilidade para que no futuro ele possa desenvolver sua faculdade com segurança e harmonia. Isso pode acontecer, contudo, é raro e é necessário autorização dos espíritos superiores. 

Alguns médiuns ficam desesperados quando a sua mediunidade aflora e morrem de medo de ir ao Centro de Umbanda porque acham que quando colocarem o pé nessas casas vão começar a gritar e cantar, perdendo o controle sobre si mesmo.

Isso não é verdade, pois,  uma casa de trabalhos espirituais é protegida por espíritos que não permitem a entrada de quem não é desejado.

Os mentores da Umbanda e de Centros Espíritas são especialistas em auxiliar médiuns, lugar de médium se tratar é no Centro Espírita ou Templo de Umbanda, primeiro participando do tratamento e palestras, depois estudando e finalmente, se assim desejar, iniciando o aprimoramento mediúnico para utilizar sua aptidão em favor do próximo. 

O médium desequilibrado não pode ser obrigado a trabalhar, deve receber tratamento de harmonização, para que na hora certa ele possa atuar, pois o trabalho mediúnico deve ser realizado de corpo e alma, sem restrições, mudanças, muita força de vontade, coragem, perseverança. 

Temos a obrigação de aconselhar o estudo, mostrar a importância da frequência ao centro e  a alegria de vivenciar a espiritualidade no cotidiano.

Existem também alguns médiuns que se aproximarão do Templo de Umbanda como doadores de energia, sua presença é importantíssima para os trabalhos de cura ou de desobsessão,  é interessante que ele se aprimore mediunicamente, através de estudos e constâcia pois sua participação  é muito importante para auxiliar nas reuniões.

Cada médium deve trilhar o seu caminho, o mentor estará sempre próximo, fazendo o possível para auxiliar, mas o médium deve fazer as suas escolhas e se responsabilizar por elas, pois caso contrário não terá evoluído. 

O MELHOR LUGAR PARA O MÉDIUM SE TRATAR

Mesmo que o médium em desequilíbrio não deseje “aprender” a controlar a sua mediunidade, ele deve freqüentar um centro para receber o tratamento espiritual. Serão afastados obsessores, ele receberá algumas instruções sobre o que sente e receberá passes de limpeza e vitalização. Com o decorrer do tratamento ele se sentirá mais tranquilo e poderá avaliar melhor o que está passando. A grande maioria dos centros  possuem tratamento espiritual, e não obriga ninguém a se tornar médium.
O médium  pode freqüentar a casa durante o tempo que desejar.

É muito importante que o médium frequente um Templo de Umbanda, mesmo que opte por não fazer parte do corpo mediúnico. Sua hipersensibilidade precisa de ambientes que o acalmem e equilibrem e que possibilitem o contato com energias superiores.

Com orgulho e alegria de ser Umbandista, Saravá/Namastê!

Escrito por admiração ao autor e a fonte

PALAVRAS DE PAI ANTONIO DAS ALMAS - UMBANDA DE VERDADE




Nos dias atuais vemos uma massa de pessoas envolvidas pelos seus traumas, medos, síndromes e decepções transformados em dores dos espíritos procurarem o abrigo e o alento em casas destinadas a caridade Umbandista. Na maioria dos filhos que a estes postos de luz de Aruanda na terra se dirigem encontramos dentre os casos que lá se apresentam aqueles cujos traumas foram causados pela dor de uma separação afetiva, onde infelizmente o assistido coloca uma pessoa e não Deus como a razão de seu viver. Quando temos Deus dentro de nós aprendemos a recomeçar e enxergar em uma queda uma lição, um aprendizado novo que nos impulsiona para cima novamente só que mais fortalecidos e isso meus filhos poderíamos chamar de maturidade espiritual. Infelizmente nem todos estão preparados para agir desta forma, alimentando a inconformação de uma perda muitas vezes olhando de "nosso lado" benéfica e providencial. Aí encontramos fora de casas de lei de Umbanda sérias, os "comerciantes da fé" usando temas chamativos como "trazer alguém em determinado dia ou hora" prometendo resultados rápidos e promovendo para quem os procura mais débitos ligados à lei do carma e como se não bastasse isso, vemos estampados nas fachadas destes locais CENTRO DE UMBANDA OU ESPÍRITA X.



Infelizmente por parte daqueles que são desinformados e com inúmeras literaturas ligadas ao tema "amarração" vemos de Aruanda infelizmente o nome da religião centenária fundada pelo Caboclo das 7 encruzilhadas ser levada a sarjeta moral comparada com tais práticas.




Meus filhos, a Terra é um planeta onde impera a lei de causa e efeito, ou seja, tudo o que fazemos temos de responder pelos prejuízos causados pelos nossos atos, e vale lembrar que também tudo de bom que praticamos nos revestimos neste bem primeiro. Trabalhar com forças ligadas a enganação emocional, alimentadas por seres trevosos para se resolver este ou aquele problema que nada mais é do que fruto de nossa invigilância e imaturidade só aumenta nossos débitos perante a criação que se manifesta em nossa consciência.




Se mencionamos a lei do carma acima filhos, nego véio diz que " se você fez, Deus como caridade e bondade paternal lhe dá a chance de corrigir seu erro." Tudo na vida obedece a um curso natural filhos, não somos "senhores do destino" e devemos sempre pesar na balança de Xangô nossos atos e decisões para que não venhamos a ferir o destino e a vida desta ou aquela pessoa. "Comprar" um trabalho com a ilusão de resolução de nossa forma é o mesmo que limpar nossa casa e despejar dentro da mesma um caminhão de terra. Nosso futuro deve ser decidido e criado com atitudes sadias e pautadas no bom senso no presente. Devemos compreender que Deus sempre escolhe o melhor caminho para nós na condição de Pai que orienta seu filho ainda incapaz de decidir por si só. Reflitam meus filhos, nego Antonio quer ver estas mentes trabalhando. Não se compra solução, ao contrário se conquista através de nossa reforma interior a evolução que tanto almejamos. Não procure respostas ou Deus em "postes", mas, sim dentro de você mesmo!




Pai Antonio das Almas

Fonte:   http://taniawentzel.blogspot.com/   -  "Extraído do Grupo DUEE - Doutrina Umbandista e Estudos Espiritualistas"  -  http://saocosmesaodamiao.ning.com/

" RELIGIOSO VIVE PARA RELIGIÃO, NÃO DA RELIGIÃO " Isaias Pintto Hernanndes
Escrito por admiração ao autor e a fonte



A COMUNIDADE DOS ESPÍRITOS PUROS

Rezam as tradições do mundo espiritual que na direção de todos os fenômenos, do nosso sistema, existe uma Comunidade de Espíritos Puros e Eleitos pelo Senhor Supremo do Universo, em cujas mãos se conservam as rédeas diretoras da vida de todas as coletividades planetárias.

Essa Comunidade de seres angélicos e perfeitos, da qual é Jesus um dos membros divinos, ao que nos foi dado saber, apenas já se reuniu, nas proximidades da Terra, para a solução de problemas decisivos da organização e da direção do nosso planeta, por duas vezes no curso dos milênios conhecidos.

A primeira, verificou-se quando o orbe terrestre se desprendia da nebulosa solar, a fim de que se lançassem, no Tempo e no Espaço, as balizas do nosso sistema cosmogônico e os pródromos da vida na matéria em ignição, do planeta,

e a segunda, quando se decidia a vinda do Senhor à face da Terra, trazendo à família humana a lição imortal do seu Evangelho de amor e redenção.

Os Espíritos superiores não ficam propriamente ligados ao orbe terreno, mas não perdem o interesse afetivo pelos seres amados que deixaram no mundo, pelos quais trabalham com ardor, impulsionando-os na estrada das lutas redentoras, em busca das culminâncias da perfeição.
A saudade, nessas almas santificadas e puras, é muito mais sublime e mais forte, por nascer de uma sensibilidade superior, salientando-se que, convertida num interesse divino, opera as grandes abnegações do Céu, que seguem os passos vacilantes do Espírito encarnado, através de sua peregrinação expiatória ou redentora na face da Terra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela participação. Deus lhe abençoe.