RÁDIO SAGRADA UMBANDA - OUÇA - USE OS CONTROLES PARA O VOLUME OU PAUSAR AS MÚSICAS

domingo

BATISMO NA UMBANDA

 

Na Umbanda também é realizado o Batismo, porém poucos os médiuns que são batizados com plena sabedoria do verdadeiro significado do batismo. Primeiro aspecto  a ser verificado é se os Médiuns realmente desejam a conversão de atitudes e vibrações. Com seus 30 anos, foi quando Mestre Jesus Cristo foi Batizado, pois essa era a sua vontade e com a maturidade saberia o que  significaria o batismo em  sua vida, nos mostrou que todos nós  precisamos deste sacramento religioso. É muito comum constatarmos que ainda existem muitos médiuns desenvolvidos, médiuns de longa data dentro da Umbanda, mas que não são batizados. 

O batismo é indispensável, pois só após o batismo o médium terá uma vida religiosa completa. Este ato é Divino reveste sua aura espiritual e mental. Em todas as religiões do mundo, o batismo é sem dúvida um sacramento primordial, cada um com seus rituais atendendo a vontade de Deus Pai.  Mestre Jesus Cristo, teve seu Batismo com simplicidade no Rio Jordão. O Ritual de Batismo deve ser levado muito a sério, pois os Umbandistas ao se batizarem criam uma ligação muito forte com o Oxalá e seus Orixás, com os Elementos da Natureza. O batismo é o primeiro ato litúrgico para conversão de um filho de fé, é um ato simples, porém o mais importante de todos, pois é a porta de entrada da benção Divina de Oxalá e dos Orixás. 

O Batismo também é realizado em qualquer criança desde que autorizada e acompanhada pelos Pais ou Responsáveis legais, deve ser realizado preferencialmente até 07 semanas após o nascimento, mas pode se estender até os 07 anos de idade, caso não tenha sido batizada em outra religião. Pois se ja fora batizada devera esperar até os 07 Anos para fazer o que chamamos de Conversão Religiosa, sob responsabilidade dos Pais ou Responsáveis.

No Batismo de criança existe a necessidade de apresentação de um casal que pela Força do Batismo tornam-se Padrinhos, assumindo o compromisso de auxiliar nas orientações e educação quando necessário, bem como assumirão a criação caso ela fique em abandono por morte dos Pais e falta de parente da criança que assuma esta responsabilidade, não isentando do cumprimento das exigencias legais de lei vigente no país que rege a Guarda e amparo de menor de idade.

Após esta idade (07 anos), caso a Criança seja batizada em outra religião, será então realizado o Ritual, que dado a conversão religiosa ou exercício religioso na Umbanda pelo Pais, que por livre arbítrio escolheram-na como Religião ou venham trazer seus filhos à Umbanda, podendo ser realizada a qualquer tempo, desde que o interessado (Pais) tenham plena convicção e sabedoria do que significa este ato litúrgico dentro da Sagrada Umbanda. Sendo necessário assim que a Criança amadurecer e alcançar a idade adulta de 21 anos a Confirmação do Batismo na Umbanda, pois com esta idade já deverá ter maturidade, conhecimento para reafirmar os compromissos com o Sagrado através da Sagrada Umbanda.

“Se você ainda não realizou sua conversão, estando ainda com o batismo realizado em outra religião”, não pode ser considerado um verdadeiro Umbandista." 

Umbanda uma religião cristã,  o ato do Batismo não apenas como preceito de iniciação do religioso seja ele assistido ou médium, mas também como Sacramento consagrando-os, bem como podendo ser estendidos aos filhos destes, como forma de protegê-los contra o mal e contra a negatividade.

Sempre digo o  "O Maior objetivo a ser alcançado por um Umbandista é  Ser Umbandista"

 

Ser Umbandista:

E ter Orgulho de sua Religião.

Saber que ela não é para favorecer alguns, mas sim para propiciar o bem a todos.

Saber diferenciar conhecimentos próprios do conhecimento e trabalhos e vibrações dos Espíritos Iluminados e estes com habilitações para cumprir determinações do Alto, que promovem os milagres, as correções sejam físicas, psíquicas, vibracionais ou espirituais.

O Verdadeiro Umbandista, não usa a Religião como forma de ganhar dinheiro ou receber vantagens materiais ou sociais.

Umbandista tem que estar sempre pronto para dispor do maior Elemento magístico: O Amor para auxilio ao seu Irmão, querido ou não. De perto ou de longe. Conhecido ou desconhecido.

Umbandista não pode ter preconceitos.

Umbandistas não demandam, pois sabem que quem tem o Direito e Ordem para isso é Ogum e seus Comandados. Somente o  Alto e a Lei Maior podem interferir na vida de um filho de Deus, de forma corretiva.

O Verdadeiro Umbandista devem ser Humildes, mas devem procurar tornarem-se Sábios como os Pretos Velhos.

Humildade não é sinônimo de submissão, muito menos ser pequeno, pois é Dever de um Umbandista crescer em cultura, em atitudes dígnas, em atos nobres em pró-atividade para auxiliar seu semelhante, crescer em conseguir controlar o ego e irradicar os julgamentos.

O Umbandista deve procura domar seus instintos negativos para que eles não atrapalhem sua evolução espiritual, seus trabalhos mediúnicos, nem sua vida encarnatória. 

Verdadeiros Umbandista não ficam a frente das Entidades Espirituais, mas sim procuram ficar apenas no abençoado, valiosíssimo e dificil trabalho  de,  sob às irradiações mediúnicas ficarem vibrando Amor junto aos Guias e Guardiões Espirituais.

Umbandista após o Batismo se transforma em  Verdadeiro Umbandista, seguindo estes citados preceitos acima e deve honrar e promover a Umbanda.  Pois acaso negá-la  estará negando a Deus.

Se afrontar as Leis da Umbanda estará afrontando as Lei de Deus, bem como a Ele.

Muitos podem vir a se socorrer na Umbanda, muitos podem frequentar a Umbanda.  Poucos conseguirão se tornar Umbandistas, mas  os poucos que se tornam,  através da Energia Maior do Amor,  mais que manter viva a Umbanda, fazem que o Amor do Sagrado chegue aos necessitados, desesperados, descrentes, desamparados, excluidos, alienados  e desorientados.  Promovendo assim a Evolução do Ser.

Umbanda deve ser sempre sinônimo de Amor e Caridade.

Salve a Umbanda!

Salve Olorum ! ( Olodumaré, Zambi, Deus, Criador Supremo )

Salve Orunmilá ! ( Ifá - Divindade que temos na Sagrada Umbanda como Divino Espirito Santo )

Salve Obàtalá ! ( Orisalá  -  Orixá Criador da Terra, conforme Mitologia Yorubá )

Salve Oxalufã ! ( Oxalá Maduro  - Filho de Obàtalá, assim citado na Mitologia Yorubá )

Salve Oxaguian ! ( Oxalá Jovem Guerreiro - Filho de Oxalufã, Orixá assim apresentado pela Mitologia Yorubá)

Salve Oxalá ! ( Oxalá )  Salve todos Orixás de Deus.



Isaias Pintto Hernanndes - Sacerdote Sagrada Umbanda



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela participação. Deus lhe abençoe.