RÁDIO SAGRADA UMBANDA - OUÇA - USE OS CONTROLES PARA O VOLUME OU PAUSAR AS MÚSICAS

segunda-feira

UMBANDA USA E PRECISA DE ORÁCULOS? NÃO !



O Tarot é uma ferramenta que pode despertar nossas faculdades intuitivas e nos colocar em contato com nosso mundo interior. Também é um excelente recurso para auxiliar a meditação, nosso crescimento espiritual, uns procuram por ele a previsão do futuro.
O Tarot como sistema simbólico é constituído de 78 cartas: 22 Arcanos Maiores e 56 Arcanos Menores. Trata-se de uma cadeia ininterrupta de transmissão de sabedoria ancestral, transferida de mestre para discípulo, primeiro de forma oral, depois escrita. Chegou a nós como portador dos Mistérios Universais e da Vida Humana. Fundamentalmente o Tarot foi concebido em escolas iniciáticas, como um método para transmitir o conhecimento da relação Homem, Deus e Universo. Porém, como recurso de interpretação de leis universais é utilizado há centenas de anos para conhecermos o passado, o presente e o futuro.
Os 22 arcanos maiores representam princípios universais, estados de evolução, situações características da existência humana. Isso inclui tanto os valores mais elevados do homem, quanto os aspectos mais sombrios de sua personalidade. Apresentam personagens símbolos como: A Imperatriz, O Imperador, A Morte, A Torre, O Rebelde, A Lua, O Sol, O Eremita, O Louco, etc.
Não há provas reais sobre a origem do Tarot. Muitos estudiosos declararam sua origem como sendo egípcia e remanescente do Livro de Thot (deus egípcio da magia, das ciências e da matemática, conhecedor do passado, presente e futuro).
Baralho Cigano, que já teve seu nome conhecido como Baralho Lenormand.
Há um grande mistério envolvendo este nome, pois a origem vem de sua criadora, Madame Lenormand, que teve acesso ao Baralho Cigano e criou seu próprio método de jogo com figuras do cotidiano, o que agradou muito aos Ciganos.
Gostaram tanto que passaram a usá-lo com muita presteza por todos os lugares por onde passavam e assim com o tempo passou a ser conhecido como Baralho Cigano. Até hoje ainda muitos usam o nome de Petit Lenormand. Como muitos sabem, Petit em francês significa “pequeno” e de fato o autêntico Baralho Cigano é composto por 36 pequenas cartas.
Atualmente existem outras marcas e tamanhos usados por profissionais que assim preferem, pois é muito importante que cada profissional use sua identificação, sua espiritualidade e principalmente a energia de sua intuição para trabalhar com cada tipo de oráculo.
Como já citado, o Baralho Cigano usa figuras do cotidiano e por isso é uma forma muito precisa de analisar os diversos setores da vida como família, trabalho, saúde, convívio social, vida financeira e amor. Em um jogo completo chamado de “Mesa Real” pode-se levar mais de uma hora em sua interpretação, pelo fato de que cada carta traz uma mensagem específica, porém essa mensagem pode mudar conforme a casa que a carta cai e as outras cartas que caem ao lado. Além da expressão “cair”, usamos também o termo “deitar as cartas” o que significa a distribuição delas na mesa de jogo. Sendo assim, podem imaginar a infinidade de mensagens e orientações que o Baralho Cigano pode trazer.
É importante não confundir o Tarot e o Baralho Cigano com Cartomancia, que é um método que utiliza cartas de baralho comum e teve sua origem totalmente diferente.
Mas o Tarot, nem o baralho Cigano, não é pertinente a Umbanda, por mais que alguns médiuns, após iniciar desenvolvimento mediúnico, receber irradiações de Espíritos que compõe a Linha Cigana, se fascinarem pelos oráculos, de uso cigano ou não. E buscarem estudos, compras de baralhos e começarem enveredar para o caminho errada do comércio da fé, pois na Umbanda só cabe Amor, Caridade , Vibrações Salutares. Qualquer pessoa pode sim pelo livre arbítrio fazer o que queira, porém não deve um manipulador de algum oráculo usar o nome da Umbanda ou de Entidades dela para VENDER seu peixe. Não existe fundamentode oráculos na Umbanda, não jogamos buzios ( isso é pertinente apenas as Nações de Candomblé, pelas mãos de um Babalorixá que tenha tal mediunidade de além da sistematica receber intuição do Alto e dos Sagrados ), não jogamos cartas, se numa casa determinada entidade manipula as cartas, pode ter certeza que a magistica não é o jogo, nem leitura de passado, presente ou futuro... Mas sim de vibrações de harmonia energética, física , psiquica e espiritual. Espíritos não vibram para dar respostas, mas sim para que achemos as respostas por si, pelo uso da razão pós equilibrarmo-nos e harmonizarmo-nos. Nas verdadeiras Umbanda... Seu dinheiro não tem valor. A simplicidade é nossa aliada. Não precisamos de Templos, só de manipulação da melhores vibrações em prol do próximo. Nossos Templos são o dia iluminado, a noite enluarada, as praias limpas que devemos deixar sempre assim, bem como as matas, cachoeiras, descampados, montanhas, pedreiras e rios sagrados. O que nos sustenta são a s vibrações do Alto e da Lei Maior de Deus. Não somos religião de encher os olhos, mas sim reparar a Alma. Deus esteja com todos, bem como faça de cada médium de Umbanda, um médium melhor e verdadeiro. Isaias Pinto Hernandes - Sacerdote e Presidente da Sagrada Umbanda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela participação. Deus lhe abençoe.