RÁDIO SAGRADA UMBANDA - OUÇA - USE OS CONTROLES PARA O VOLUME OU PAUSAR AS MÚSICAS

quinta-feira

UMBRAL E ZONAS DE MAIOR DENSIDADE RETRATADAS COMO ZONAS INFERNAIS

Umbral - Zona obscura onde os espíritos desencarnados, ainda presos ao egoismo, vícios, paixões, orgulho, avarezas, erros, ficam pelo tempo necessário a refletir e se arrependerem de tais condutas, porém o Umbral é um sítio magnético diferente de outros que são as zonas de mais densidades e negatividade espirituais, onde se encontram "também" nossos irmãos, porém eles nas erraticidades vibracionais e de condutas, lá e também quando encarnados aqui nessa dimensão. Estão eles ainda, em ilusões pelas próprias maldades e pela força dos arrependimentos, reflexões, sentirem o gosto amargo das traições pelos que ali também habitam, sofrimentos enrustidos na brutalidade, tudo isso promove a depuração mesmo que lentamente de seus débitos cármicos. Em determinado momento, sairão de lá, resgatados pelos Sagrados Guardiões e levados a zonas menos densa. Então para entenderem amigos... É para lá, nas zonas de depurações, que são atraídos magneticamente ou são levados pelos Guardiões ( Que na Umbanda e outras religiões conhecemos como Exus, corruptela da palavra africana Essu, na crença dos Africanos uma Divindade, com tantos nomes dependendo da região africana, como Esu, Eshu, Bará, Ibarabo, Legbá, Elegbara, Eleggua, Akésan, Igèlù, Yangí, Ònan, Lállú, Tiriri, Ijèlú, enfim na cultura religiosa um Divindade bem humanizada, ou a mais próxima dos sentimentos humanos.
Já para nós Umbandistas temos Orixá Exu, Vibração Divina do Externo, dos odores e sabores, da socialização humana, da energia do comércio, da conjunção, união carnal macho, fêmea para se dar o encarne de um espírito que chega por aqui nessa dimensão terrena. Na Umbanda ainda temos os Guardiões de Trabalho que descrevi como Guardas acima, bem como Exus de Orientação, de Vibrações Positivas via passes magnéticos e atração de energias negativas, pois tem habilitação para manipulá-las. Também são Seguranças de pessoas, lugares e pontos da Natureza, praias, campos, mata, oceanos e rios. Espíritos que já passaram pela mácula da carne ou seja já foram encarnados, mas por evolução alcançada, mas ainda ligados a Terra, tornaram-se trabalhadores para a Lei e Ordem.
Toda atuação desse Guardiões é pela determinação da Lei Maior Divina, na hora que Ela determina (NÃO pela cabeça de médiuns despreparados fazendo promessas absurdas, apresentando barganhas, ou interpretações medíocres e chulas destes médiuns desatentos, equivocados, com vícios de postura e exercitantes de animismos negativos (falar junto a irradiação espiritual suas besteiras e conversas fiadas e vendendo uma imagem falsas do que é e representa esses Valorosos Combatentes da maldade humana e Aplicadores da Lei. das irradiações mediúnicas destes valorosos Guardas da Lei )
Então amigos, voltando ao assunto dos campos, sítios de reparações e contenções....
Todos esses sítios de reparações e reflexões de erros e tropeços na caminha evolutiva, são vigiados pelos Sagrados Guardiões da Lei Maior, especialistas nesse trabalho.
Então quando ouvirem o besteirol de boca de pastores, religiosos nomeando pessoas hipnotizadas por eles mesmos, ou auto-sugestionadas, quando não atuando e usando nomes de Sagrados Guardiões e Guardiãs, criminalmente por orientação dos regentes do culto, apresentando nessas mistificações, encenações horrendas apresentando os personagens como diabos (coisa também inventada ou melhor, aproveitada pela igreja mãe da Igreja dos Evangélicos, ou seja a Católica, antes de Constantino rachar a Igreja Católica e Criar a Evangélica, com a mesma ganância e busca de crescimento edificatórios. Aproveitando a origem do mito do COISA RUIM... Que iniciou no século IV a.C, na Pérsia, mais conhecida na modernidade como Irão.
A Igreja então cria os inexistentes diabos, que na verdade eram bodes-expiatórios para justificar os erros e crimes dos poderosos e de todos que a Igreja protegia, por interesses financeiros e de poder.
Entendendo a História Real da Origem desse mentira chamada de Diabo..... Bem antes na Pérsia... "O Profeta Zaroastro ou Zaratrusta descreve Arimã, que vivia em constante guerra com Ahura Mazda e sua história é contada no Avesta, que está para o Zoroatrismo como a Bíblia é para os católicos.
Mas o mito se divide neste momento em questão, nós ocidentais estamos acostumados com a velha e boa narrativa que nos conta como Lúcifer foi jogado ao Inferno após tentar usurpar o lugar de Deus e na história Persa temos um Arimã que ama Mazda mais que tudo e não admite se ajoelhar a qualquer um que não seja o Divino.
Mazda revoltado com a atitude insolente manda-o para o Inferno como conhecemos, que nada mais é que o lugar desprovido da presença do Divino, que se assemelha com a nossa representação, um lugar repleto de dor e fogo. Qualquer um que já tenha amado e tenha sido colocado longe para sempre de seu amor, pode assim dizer, que conheceu de forma quase verdadeira as labaredas do mais profundo poço já descrito.
E as semelhanças não param por aí, Zaroastro ainda conta que o bem só ganharia do mal quando ele formasse seu exercito que combateria Arimã e sua gangue da face da Terra, uma história que tem sido contada com nova roupagem por outra religião há mais de 2 mil anos. Familiar, não? Quando pensamos na história de Cristo e sua Igreja não há formas de não fazer comparação e realmente concluirmos que durante o cativeiro na Babilônia os hebreus incorporaram muito do mito persa e numa nova copilação criaram o que milhões acreditam nos dias de hoje.
Arimã é representado como uma serpente, a mesma que iria levar Eva a provar do fruto proibido e assim criar o que somos hoje, humanos cheios de fraquezas e falhas.
Em O Poder do Mito, Campbell diz uma frase muito conhecida por nós atualmente, descrevendo os sentimentos do Diabo Persa "... e está separado de Deus; essa é a sua verdadeira dor" e mais uma vez temos uma ponta da concepção do que é mais difundido ainda em nossos tempos como um mantra: " Sem Deus, não há Amor e Luz".
Fontes de pesquisa: O Poder do Mito - Joseph Campbell. A História do Diabo - Vilém Flusser.
© obvious: http://lounge.obviousmag.org/…/a-verdadeira-historia-do-dia…" Fonte de texto de pesquisa e estudo: Follow us: @obvious on Twitter | obviousmagazine on Facebook
Saibam que a maldade está no homem, seja ele encarnado ou não.... Mas até a maldade um dia se finda.
Isaias Pinto Hernandes. - Sacerdote e Presidente da Sagrada Umbanda.
Na imagem junto a este texto : A Pintura de William Blake "The Lovers' Whirlwind, Francesca da Rimini and Paolo Malatesta", baseada na obra Divina Comédia, de Dante, a representação do Inferno.
Peço que respeitem a autoria desta minha apresentação e publicação aqui. Obrigado. Isaias Pinto Hernandes.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela participação. Deus lhe abençoe.